Moda

Linho – o tecido do verão

Linho é tendência para a primavera/verão 2019. Ele já é comum de ser usado nas épocas mais quentes, mas dessa vez veio como tendência forte.

O linho é uma fibra vegetal extraído da planta herbácea da espécie Linum usitatissimum. É a fibra têxtil mais antiga do mundo, vestígios de sua utilização datam de cerca de 8 mil anos. E a história mostra que desde esta época ele era cultivado nas planícies do rio Nilo.  O linho era utilizado para envolver múmias no Egito.

É um tecido bem encorpado, chique e elegante. Sua maior desvantagem é que amassa com muita facilidade, mas nada que não possa ser superado.

As peças mais comuns de linho são calças, principalmente pantalona, blazers, shorts, saias.

Nessa estação as cores também vêem como tendência, então podemos apostar na mistura do linho com as cores. Muitas marcas estão apostando muito no vermelho, verde, amarelo, azul marinho e também nas cores em tons pastéis.

Vou colocar aqui algumas inspirações de looks que peguei no pinterest.

Blazer

linhoblazer1linhoblazer2linhoblazer3

Calças

linhocalçalinhocalça2

Saias

linhosaia1linhosaia2

Shorts

linhoshort1

Macacão

linhomacacaolinhomacacao2linhomacacao3

Vestidos

linho1linho2

O que acham de usar linho? Gostam?

Beijos,

Letícia

Anúncios
Moda

Audaces – modelagem digital

O terceiro e último tipo de modelagem é a computadorizada, a digital. Claro que, para fazer a modelagem no programa você precisa entender da modelagem bidimensional, saber o básico pelo menos, porque afinal, as regras de construção de moldes é a mesma para os dois. 

audaces2

O sistema mais utilizado no Brasil é o Audaces, criado aqui no Brasil. O molde é construído através de diagramas, retas e curvas. A Construção das marcações, piques, margens de costuras e outras coisas são construídas através de ferramentas do Audaces. 


audaces3O ponto positivo da modelagem digital é que o espaço necessário para modelagem é menor, não utiliza papel, réguas, tesoura, cola ou nenhuma outra ferramenta além do computador. Além disso, o molde pode ser enviado para o sistema de corte, de forma rápida e eficiente e já dispor os moldes de  forma a reduzir a perda do tecido. 

Claro que não existe só pontos positivos nesse tipo de modelagem. Dois pontos negativos que posso citar são: que o sistema é caro; e que hoje não existem muitas pessoas qualificadas para operá-lo com real eficiência. 

E ai, o que acharam das 3 modelagens (Modelagem bidimensional e Moulage )?

Beijos, 

Letícia 

Filmes e Livros

Livro – O Conto da Aia

O livro o Conto de Aia é da escritora Margaret Atwood e foi escrito em 1985. Ele inspirou a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original), produzida em 2017.

O romance se passa em um futuro próximo, ambientada num Estado teocrático e totalitário chamado de Gilead, antigo Estados Unidos da América. Neste mundo as  mulheres perdem todos os seus direitos. As universidades foram extintas, os trabalhos, jornais, revistas, livros, canais de televisão, enfim, praticamente tudo.

Ali as mulheres são divididas em categorias, cada uma com sua função e sempre submissas. O conto da aia é uma distopia narrada em primeira pessoa por Offred, uma Aia, ou seja, ela foi considerada fértil e seu trabalho é procriar. Ao meu ver, no livro não deixa bem claro o porque, mas
um grande número de pessoas neste lugar se tornou estéril.

As mulheres que não podem ter filhos, os homossexuais, as viúvas, entre outros são consideradas não mulheres e são forçadas a viverem em locais com alto nível de radiação e sujeitas a trabalho forçado.

Outras, são as esposas dos comandantes, que possuem um pouco mais de liberdade, mas mesmo assim são submissas e não têm acesso à leitura. Existem também as economulheres que são as esposas dos homens de classe média, que não podem pagar por empregadas e elas devem cuidas dos filhos, do marido, da casa, enfim, de todos os afazeres domésticos.

O conto da aia nos faz refletir muito sobre a dominação masculina e religiosa, e também sobre o relacionamento entre as mulheres, algo que está sendo muito tratado por nós hoje em dia.  O livro é bem interessante e recomendo muito ler. Ainda estou assistindo o seriado, confesso que esperava que fosse mais parecido com o livro (porque, já vou adiantando, não gostei do final do livro. É um final aberto! E tinha esperanças que no seriado eu ia ter o meu final :|). Então quando vi que não era assim bem igual, desanimei um pouco da série, mas quero terminar de assistir.

E vocês, já leram o livro ou assistiram a série? O que acharam?

Beijos,

Letícia

 

 

 

Moda

Moulage

O post de hoje é sobre a Moulage ou modelagem tridimensional. Foi criado pela estilista francesa Madeleine Vionnet. Moulage é o termo em francês e vem do nome moule, que significa molde. Em inglês o nome é draping. 

moulage.jpg

Nesta forma de modelagem a criação é feita através de um manequim/busto e possibilita uma melhor visão do caimento e acabamento da peça. Geralmente se utiliza tecidos como o mourim ou o algodão cru neste método. É interessante utilizar o morim de uma gramatura que seja próxima ao caimento do tecido final. 

moulage4

O moulage é como uma tela de testes e ajuda a identificar os possíveis erros de uma peça, melhorando a qualidade estrutural das peças. Também ajuda a identificar antes do corte se determinado tecido – devido à sua gramatura – daria certo para o modelo desejado. 

Depois de todas as marcações feitas no tecido, ele é retirado e planificado no papel (sim, aqui também utiliza o papel, como na modelagem bidimensional) com as correções e adaptações necessárias. E ai só cortar no tecido desejado e costurar.

Beijos,

Letícia

 

 

 

Moda

Modelagem bidimensional

Existem 03 tipos de modelagem, a plana ou bidimensional, a moulage ou tridimensional e a modelagem vetorizada. Hoje vou explicar sobre a Modelagem Plana – bidimensional e nos próximos posts explico melhor sobre as outras duas.

A modelagem plana consiste em desenhar no papel o molde, com todas as medidas que foram tiradas da pessoa, no caso de ser feita sob medida, ou pegas em uma tabela de medidas, que nos dá as medidas tabeladas dos manequins, por exemplo 34, 40, 46, 54, e outros. 

modelagem

Na modelagem é utilizada a geometria e matemática, sim, matemática (e bastante)!! Para a construção dos moldes utiliza-se réguas, curvas francesas, esquadros e outros instrumentos de medição. 

modelagem3

Nosso corpo é tridimensional, tem altura, largura e volume e a roupa deve ser assim também. Mas o molde bidimensional é feito no papel, e como o próprio nome já diz, é bidimensional – não tem volume. Portanto a modelagem utiliza de pences para transformar o que está no papel em algo tridimensional (mas isso será assunto para um outro post).

Para a criação de roupas a modelista observa o desenho do designer de moda ou do estilista ou uma foto e interpreta o modelo no papel. Criando primeiro o molde base (de saia, blusa, calça ou manga) e depois adapta o modelo criando a peça desejada. Na construção de um molde devem ser observados os detalhes, formas, volumes, medidas, tipos de costuras, montagens, aviamentos e tudo o que for necessário para a construção do modelo desejado. 

Beijos, 

Letícia

Moda

O vestido que criei para o desfile A Saga do Algodão

O tema do desfile do final de semestre da minha faculdade (2018.1) foi A Saga do Algodão. Desde que eu entrei na faculdade, em 2017, eu escuto muito sobre o algodão. E no desfile de 2017 também fizemos nossas peças quase 100% com algodão. Esse ano o curso de Design de Moda da Estácio de Goiânia fez tipo uma parceria, uma associação com a Abrapa e a Agopa – Associação Goiana de Produtores de Algodão (que inclusive nos deram camisetas lindas do movimento #soudealgodão) e o desfile foi também todo no tema do algodão. 

E além do tema nós tivemos um ícone para nos inspirar, que foi o estilista Walério Araújo. Enfim, foi um trabalho bem legal e agora quero mostrar para vocês o meu projeto. Vamos lá? 

Primeiro a gente cria painéis de inspiração macro e depois o micro. O macro foca no geral, no algodão e no Walério Araújo. Já o micro é mais específico, o designer (ou quase designer :D) tem que focar nos pontos específicos do Walério Araújo que quer transmitir com a sua peça.

img_7061
Painel Macro
Painel Micro

Depois de 11 esboços de peças, escolhi uma para finalizar o croqui.

O vestido foi feito com tricoline 100% algodão. As tranças foram feitas com tricoline 100% algodão de cor azul. Comprei 1 metro do tecido, cortei em tiras de 4 cm, e costurei elas fazendo tirinhas. Depois eu as trancei. O bordado foi feito com linha também 100% algodão. Esse vestido foi criado, costurado e bordado todo por mim. O que mais demorou para finalizar foi o bordado, porque foi todo feito à mão, com ponto corrente. 

Estas foram fotos de um editorial feito na minha casa com meus amigos da faculdade.

IMG_0282IMG_0268

Processed with VSCO with hb1 preset

IMG_0243

Processed with VSCO with hb1 preset

IMG_0248

Essas fotos aqui embaixo já são as fotos do desfile! 

IMG_3840IMG_3839

E aqui já sou eu, no dia do desfile, com a camiseta que a Agopa e a Abrapa nos deu!!

IMG_3507

E ai, o que vocês acharam? Contem nos comentários! 

Beijos, 

Letícia

Moda

Nova loja da Designer Paula Raia em São Paulo

No início do mês de agosto a designer Paula Raia inaugurou sua nova loja nos Jardins, em São Paulo. Localizada na rua Gabriel Monteiro da Silva, 674, o espaço reúne ateliê e loja no mesmo lugar. 

Eu não fui presencialmente na loja, mas pelas fotos que vi na internet fiquei deslumbrada. É um lugar que transmite paz, calma, energia até pelas fotos.

O trabalho da Paula é incrível, todos os seus trabalhos passam uma sensação de calma, de feminilidade e aconchego e o lugar tem tudo isso. O projeto da loja é do premiado arquiteto Isay Weinfeld (que foi o responsável pela outra loja de Paula, no Itaim). Isay aplicou formas orgânicas, utilizou elementos naturais como pedras, madeira e linho. A marquise da entrada faz referência à arquitetura brasileira dos anos 1950 e 1960. 

paula raia
Imagem retirada do site FFW
paula raia fashion net
Imagem retirada do site Fashion Network
paula raia fashion net2
Imagem retirada do site Fashion Network
paula raia ffw
Imagem retirada do site FFW 
paula raia ffw2
Imagem retirada do site FFW 

E ai, o que acharam? Vocês também amam o trabalho da Paula Raia?

Beijos,

Letícia

Moda

Movimento Sou de Algodão

O algodão e o linho são as fibras naturais vegetais mais antigas que foram cultivadas pelo homem. Há 3.000 a.C. o homem já cultivava, fiava e tecia o algodão na Índia. Hoje, ele é a principal fibra têxtil do mundo.

O algodão é produzido pelo algodoeiro e suas fibras crescem aderidas às sementes dentro do capulho. As suas flores têm uma vida muito curta, cerca de 12 horas, e de seus ovários surgem os frutos (que têm formato de cápsula). A cápsula se abre depois de 48 dias do seu surgimento, quando ficam maduras. A colheita deve ser feita imediatamente após este momento.

algodao7

A qualidade do algodão se dá de acordo com o comprimento de suas fibras e depois pela finura, cor e pureza. A classificação pelo comprimento é a seguinte: fibras Inferiores, se menores que 22 mm; fibras Médias, se medirem entre 28 mm a 34 mm; e fibras Longas, se medirem mais de 34 mm.

algodao1

Além do algodão ser uma fibra de origem natural vegetal ele ainda pode ser produzido de forma ecológica, ou seja, sem a utilização de produtos químicos, do plantio ao acabamento do tecido.

Os produtos de algodão estão associados não só à sua origem natural ou produto ecológico, mas também ao conforto, maciez, durabilidade e versatilidade.

algodao5

O Sou de Algodão é um movimento criado pela ABRAPA – Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, com a intenção de incentivar o uso do algodão, tanto na moda como na decoração e outros.

Segundo o site Sou de Algodão eles são um “[…] movimento que fortalece e une os principais agentes da cadeia produtiva em torno de um bem comum: promover a sustentabilidade e o consumo consciente na moda, transformando uma commodity em um produto com alto valor agregado.”

algodao4

A Abrapa e a equipe por trás do #soudealgodão faz parcerias com marcas e pessoas que acreditam em nossos valores. Eles utilizam também como marketing pessoas públicas e eventos como o São Paulo Fashion Week para ajudar na divulgação do movimento e dessa ideia linda!

Segundo o site deles(Sou de Algodão ) , o Brasil está entre os 05 maiores produtores e exportadores do algodão e é o maior fornecedor de algodão sustentável do mundo, certificado pelo programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), que atua em benchmarking com a Better Cotton Initiative (BCI).

algodao6

O curso de Design de Moda da Estácio aqui de Goiânia, onde eu estudo, teve uma iniciativa muito legal abraçando totalmente a causa. No semestre passado, nós, (alunos) fizemos nosso desfile de encerramento de semestre apenas usando tecidos de algodão e o tema era “A Saga do Algodão”.

algodao2

No site deles também podemos encontrar as marcas que são parceiras do movimento, como por exemplo a Canatiba – denim industry, a Cedro têxtil, a Highstil, as Lojas Renner, Martha Medeiros, a Vicunha e várias outras que você pode ver neste link aqui: marcas parceirasalgodao3

E ai, o que acharam do movimento? Gostam de roupas de algodão?

Beijos,

Letícia

 

Filmes e Livros

Desenho de Moda – Técnicas de ilustração para estilistas

Hoje o post vai ser sobre um livro técnico para quem quer aprender desde o início ou melhorar suas técnicas de desenho. Quem me indicou esse livro foi uma professora de desenho na faculdade.

O livro é da Editora Senac, a autora é Michele Wesen Bryant. Ele tem um preço médio, para livros técnicos, na Amazon, por exemplo está R$ 73,90 link do site da Amazon.

O livro traz as etapas técnicas da representação da figura humana, detalhando como fazer mulheres, homens, crianças, bebês, adolescentes, mãos, pés, rostos. Além disto também explica detalhadamente como desenhar diversas peças e tipos de tecidos, rendas, plissados, transparência, couro, listras, e por ai vai.

Realmente me ajudou muito e confesso que ainda não coloquei em prática tudo o que está sendo demonstrado nele. Espero conseguir, muito em breve, desenhar cada peça que é ensinada no livro.

Tirei algumas fotos do meu livro, algumas partes que achei legal e também o índice. As fotos não estão as melhores do mundo, mas espero que gostem!!

IMG_6858IMG_6859IMG_6864IMG_6860IMG_6861IMG_6862IMG_6863IMG_6865IMG_6866IMG_6867IMG_6869IMG_6870IMG_6868

Beijos,

Letícia

Moda

Yuppies

Na faculdade de Design de Moda estudamos História da Moda, desde o início da civilização humana até os dias de hoje. Durante o estudo dos anos 80 vemos que existiram muitas tribos urbanas (isso ocorreu devido às transformações econômicas e culturais ocorridas durante este período), dentre as quais, os Yuppies! E é sobre essa tribo que quero falar hoje. 

Yuppies é uma derivação da sigla “YUP”, expressão inglesa que significa “Young Urban Professional” e é um termo usado para se referir a jovens profissionais com pouco tempo de formados em universidades e seguem as últimas tendências da moda. Geralmente solteiros, sem filhos, trabalhando na Bolsa ou advogados. 

yuppiehandbook

O termo yuppie é geralmente utilizado como termo pejorativo e descreve um conjunto de atributos e traços de comportamento que vieram a constituir um estereótipo que se acredita ser comum nos EUA, Inglaterra e vários outros países do Ocidente.

yuppies10yuppies4

Os homens usavam ternos, gravatas, e casacos das grifes poderosas como Armani, Hugo Boss ou Ralph Laurent. As mulheres usavam roupas caras e de grifes, bem similares aos looks masculinos, com casacos com ombreiras, saias lápis com fendas e blusas. À noite usavam looks cheio de brilho, mangas fofas e com ombreiras e cores fortes. 

yuppies11yuppies7yuppies6

O grande nome da moda que foi o ícone dos yuppies foi Giorgio Armani, que se tornou sinônimo de elegância e refinamento, principalmente na moda masculina.

yuppies9yuppies3

Miami Vice é uma ótima série para assistir que mostra muito do estilo yuppie da década de 80. 

Beijos,

Letícia

 

 

 

 

 

.